Rally Dakar 2017 - Pilotos param para descansar na Bolívia

Compartilhe esse conteúdo

O catarinense Ricardo Martins tiveram pausa para merecido descanso em La Paz, capital da Bolívia. O piloto do Team Rinaldi superou os primeiros seis dias de desafios entre as motocicletas do Rally Dakar 2017, que teve início no último dia 2 em Assunção, no Paraguai. Com quase nove mil quilômetros de percurso, a caravana do maior rally do mundo cruza a rampa de chegada em Buenos Aires, Argentina, no dia 14 de janeiro. 

Para chegar na metade da jornada, o brasileiro precisou enfrentar situações extremas. “Passamos por muito calor, areia e, agora na altitude de La Paz, frio. Estamos congelando por aqui. A organização havia alertado que seria uma das provas mais difíceis já realizadas na América do Sul, e realmente está sendo”, contou Martins. “Apesar do grande número de baixas, seja por quebras ou por acidentes, estou ileso. Eu não tive nenhuma queda ou problema, absolutamente nada, e a moto está perfeita. Estou bastante satisfeito com os pneus Rinaldi HE 42, que estão indo muito bem nas longas quilometragens do Dakar.” 

A chuva impôs outro empecilho, tanto que a sexta etapa do roteiro, que seria realizada no último sábado (7) com início em Oruro (Bolívia), foi cancelada. “Foi um dia de deslocamento debaixo de muita chuva e grandes altitudes, próximas dos quatro mil metros nas dunas”, acrescentou. Martins é estreante no Rally Dakar e ainda precisou de rápida adaptação. “Senti um pouco a questão da navegação por bússula CAP, pois não tinha nenhuma experiência, mas já estou me saindo melhor. Tenho cumprido o planejado, que é ir com calma e não pensar no resultado, mas sim em acabar a prova, o que é uma grande vitória.”

O piloto do Team Rinaldi ocupa a 61ª colocação no ranking geral das motos. Na classe G2 (Marathon até 450cc), está em 13º lugar. O cronômetro do Rally Dakar volta a correr nesta segunda-feira (9), com 622 quilômetros de percurso entre La Paz e Uyuni, ainda na Bolívia. Os trechos cronometrados (especiais) somam 322km. As disputas serão em formato “maratona”, ou seja, os competidores não poderão contar com auxílio mecânico externo. Além de motos, a prova inclui quadriciclos, UTVs, carros e caminhões. 

Rally Dakar 2017 – Resultados
Classificação geral – Motocicletas

1 - SUNDERLAND (GBR) - KTM - 15:22:05
2 - QUINTANILLA (CHL) - HUSQVARNA - 15:34:05
3 - VAN BEVEREN (FRA) - YAMAHA - 15:38:12
61 - MARTINS (BRA) - YAMAHA - 20:28:23 - TEAM RINALDI

Classificação categoria G2 (Marathon até 450cc) 
1 - ESPANA MUNOZ (AND) - KTM - 17:17:13 
2 - MINAUDIER (FRA) - KTM - 17:53:48
3 - REIS (PRT) - KTM - 17:57:48
13 - MARTINS (BRA) - YAMAHA - 20:28:23 - TEAM RINALDI

Percurso*
9/1 - Etapa 7 (Maratona)
La Paz (BOL) / Uyuni (BOL) 
Percurso total de 622 km (322 km de trechos cronometrados)

10/1 - Etapa 8 
Uyuni (BOL) / Salta (ARG) 
Percurso total de 892 km (492 km de trechos cronometrados)

11/1 - Etapa 9
Salta (ARG) / Chilecito (ARG) 
Percurso total de 977 km (406 km de trechos cronometrados)

12/1 - Etapa 10
Chilecito (ARG) / San Juan (ARG) 
Percurso total de 751 km (449 km de trechos cronometrados)

13/1 - Etapa 11
San Juan (ARG) / Rio Cuarto (ARG) 
Percurso total de 754 km (288 km de trechos cronometrados)

14/1 - Etapa 12
Rio Cuarto (ARG) / Buenos Aires (ARG) 
Percurso total de 786 km (64 km de trechos cronometrados)

Ingressos do jogo do Flamengo na Arena das Dunas variam entre R$ 40 e R$ 210

Compartilhe esse conteúdo

A Arena das Dunas divulgou nesta sexta-feira (20) os preços dos ingressos da partida entre Flamengo e Boavista, que acontecerá no dia 28 de janeiro no estádio potiguar. As informações foram divulgadas no site oficial da arena na manhã de hoje. O início das vendas, no entanto, não foi divulgado. A expectativa é de os ingressos comecem a ser comercializados na próxima segunda-feira, dia 23, para os sócio-torcedores do Rubro-Negro.
 
Os valores dos ingressos variam de R$ 40 (meia), no setor sul, até 210 (int.) no setor hospitalidade, com direito Open Bar e Dj.  O Flamengo fará sua estreia no Campeonato Carioca em Natal, no dia 28 de janeiro, diante do Bovavista, time treinado por Joel Santana. 
 
Confira os valores: 
 
1º anel Leste
R$ 120 (int.) / R$ 60 (meia)  - Torcida Flamengo
 
1º anel Noroeste
R$ 130 (int.) / R$ 65 (meia) – Torcida Visitante
 
Setor Sul
R$ 80 (int.) / R$ 40 (meia) – Torcida Flamengo
 
Setor Hospitalidade (Open bar + Dj) 
 
R$ 210 (int.): ingresso inteira R$ 180 + serviços R$ 30
 
R$ 120 (meia)- ingresso meia R$ 90 + serviços R$ 30

Com aval do governador, FNF volta atrás e garante Clássico-Rei no domingo (22)

Compartilhe esse conteúdo

Depois de atender ao pedido da Polícia Militar para não acontecer o Clássico-Rei entre ABC e América no próximo domingo (22), por conta do clima de insegurança na cidade e possível falta de efetivo, o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) José Vanildo voltou atrás e garantiu, no final da tarde desta sexta-feira (20), que o duelo acontecerá - com o aval do governador do Estado Robinson Faria. 
 
"Ato revisto. Teremos jogo. Parabéns, decisiva decisão do governador Robinson Faria", disse o dirigente em seu Twitter. E completou:  "Acertada a iniciativa e coragem do governador. O jogo vai acontecer. Vence a cidadania".
 
No início da tarde desta sexta-feira (20), a Polícia Militar pediu o adiamento do duelo por questões de segurança. O pedido tem uma razão clara: o momento de tensão que passa a cidade com os ataques e o destacamento da Polícia Militar para conter novos crimes, além da presença constante na tentativa de encerrar a rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, que acontece desde 14 de janeiro.
 
"Nós pedimos o adiamento do clássico porque não podemos garantir a segurança do evento. E o Estatuto do Torcedor é bem claro quanto à presença da Polícia Militar nas partidas de futebol", explicou o major Eduardo Franco, assessor da PM. "Nós entendemos que seja interessante para a segurança pública o adiamento deste duelo", completou.
 
A FNF chegou a anunciar o cancelamento do duelo atendendo a recomendação da PM, mas, com o aval do governador Robinson Faria, anunciou que a partida acontecerá. 

FNF confirma adiamento do clássico entre América e ABC deste domingo

Compartilhe esse conteúdo

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, confirmou nesta sexta-feira (20) o adiamento do duelo entre ABC e América que aconteceria neste domingo (22) na Arena das Dunas, às 16h. A FNF atendeu a um pedido feito pela Polícia Militar em ofício enviado nesta tarde e destacada pela reportagem do NOVO. A partida ainda não tem nova data para acontecer. 

A informação foi confirmada por José Vanildo em sua conta no Twitter. "América x ABC: está suspensa a sua realização. Recomendação da Polícia Militar", escreveu. 

O pedido tem uma razão clara: o momento de tensão que passa a cidade com os ataques e o destacamento da Polícia Militar para conter novos crimes, além da presença constante na tentativa de encerrar a rebelião na Penitenciária de Alcaçuz.

"Nós pedimos o adiamento do clássico porque não podemos garantir a segurança do evento. E o Estatuto do Torcedor é bem claro quanto à presença da Polícia Militar nas partidas de futebol", explicou o major Eduardo Franco, assessor da PM. "Nós entendemos que seja interessante para a segurança pública o adiamento deste duelo", completou.

PM pede adiamento do Clássico-Rei deste domingo

Compartilhe esse conteúdo

A Polícia Militar pediu nesta sexta-feira (20) o adiamento do Clássico-Rei entre América e ABC que aconteceria no domingo (22) na Arena das Dunas. O ofício com a solicitação do adiamento do duelo foi enviado nesta tarde pela PM para a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF). A informação foi confirmada à reportagem do NOVO pela PM, mas negada, até o momento, pela FNF.

O pedido tem uma razão clara: o momento de tensão que passa a cidade com os ataques e o destacamento da Polícia Militar para conter novos crimes, além da presença constante na tentativa de encerrar a rebelião na Penitenciária de Alcaçuz.

"Nós pedimos o adiamento do clássico porque não podemos garantir a segurança do evento. E o Estatuto do Torcedor é bem claro quanto à presença da Polícia Militar nas partidas de futebol", explicou o major Eduardo Franco, assessor da PM. "Nós entendemos que seja interessante para a segurança pública o adiamento deste duelo", completou.

Apesar disso, o presidente da FNF José Vanildo disse não ter recebido qualquer notificação quanto a isso. "Não existe nada disso. Eu conversei na quarta-feira com o comandante da Polícia Militar e ele me garantiu o duelo. Essa possibilidade sequer foi ventilada", disse.

A partida entre América e ABC, válida pela terceira rodada do Campeonato Potiguar, já havia sido adiada do sábado (21) para o domingo (22), às 16h. Na quarta-feira, o presidente da FNF José Vanildo ventilou, através do twitter, a possibilidade do confronto ser adiado. mas confirmou o duelo após uma conversa com o comando da PM.

 

Ex-técnico Carlos Alberto Silva morre aos 77 anos em Belo Horizonte

Compartilhe esse conteúdo

O Brasil perdeu nesta sexta-feira um dos seus mais longevos e experientes treinadores. Afastado do futebol, Carlos Alberto Silva faleceu em Belo Horizonte nas primeiras horas do dia. O ex-técnico tinha 77 anos e a causa do seu falecimento ainda não foi revelada. 
 
A informação da morte de Carlos Aberto Silva foi confirmada pela agência de viagens Ibiza Turismo, empresa de propriedade do ex-treinador a qual ele vinha dedicando seu tempo após deixar de atuar diretamente no futebol. Ele, inclusive, chegou a ir à empresa nos últimos dias, segundo informações de uma funcionária
 
O trabalho mais emblemático da carreira de Carlos Alberto Silva foi à frente do Guarani, clube que o treinador conduziu ao título do Campeonato Brasileiro de 1978, naquela que é até hoje a maior conquista da história de um clube do interior paulista, com um elenco que contava com craques como Zenon e Careca. "Obrigado por tudo, mestre!", publicou o Guarani em seu perfil na rede social Twitter. 
 
Carlos Alberto Silva também teve passagem pela seleção brasileira. Ele comandou o time que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1987 e também a prata na Olimpíada de 1988, quando a seleção caiu para a União Soviética na final - aquele time possuía jogadores que posteriormente se consagrariam no futebol, como Romário e Taffarel. 
 
O treinador mineiro dirigiu alguns dos principais clubes do futebol brasileiro. Carlos Alberto Silva passou por São Paulo, onde foi campeão paulista duas vezes, Atlético Mineiro, onde venceu o Campeonato Mineiro em uma oportunidade, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras e Santos, entre outros. 
 
O último trabalho de Carlos Alberto Silva como treinador foi em 2004, pelo América Mineiro. No ano seguinte, ele atuou no Atlético-MG como diretor de futebol. Já em 2014, fez parte, como um dos vice-presidentes, da chapa que venceu a eleição presidencial do mineiro Villa Nova. 
 
Além disso, Carlos Alberto Silva também trabalhou em clubes de fora do País. E seu maior êxito foi no Porto, onde venceu duas vezes o Campeonato Português, em 1992 e 1993 - ele também foi campeão nacional no Japão, pelo Yomiuri Kawasaki, em 1991.