Morre, aos 84 anos, Debbie Reynolds, mãe de Carrie Fisher

Compartilhe esse conteúdo

A lenda do cinema Debbie Reynolds morreu aos 84 anos na madrugada desta quarta-feira, 28, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). A atriz havia sido internada um dia após a morte de sua filha, Carrie Fisher. Reynolds foi imortalizada no clássico Cantando na Chuva, de 1952, musical em que estrelou ao lado de Gene Kelly e Donald O’Connor.

Ela havia sido levada ao hospital depois de sofrer um AVC em Los Angeles (EUA), mas não resistiu. "Ela queria estar junto a Carrie", disse o filho Todd Fisher após a notícia da morte da mãe. 

Debbie também atuou em Medo e delírio (1998), Será que ele é? (1997), entre outros. A atriz foi indicada ao Oscar de 1965 por Inconquistável Molly. Em 2016, a Academia concedeu a ela um prêmio humanitário Jean Hersholt. Ela ganhou ainda uma estrela na Calçada da Fama, em 1997.

A atriz começou a carreira aos 16 anos quando ganhou um concurso de beleza e assinou contrato com a Warner, quando adotou o pseudônimo Debbie Reynolds. O concurso ocorreu em Burbank, no estado americano da Califórnia. 

Reynolds nasceu em 1º de abril de 1932, em El Paso, no Texas (EUA) e foi descoberta por um caça-talentos. Em 1950, ela assinou um primeiro contrato com o estúdio MGM e fez sua estreia no mesmo ano com Vocação Proibida. Dois anos depois ela seria catapultada para a fama com o musical Cantando na Chuva.

Durante sua carreira, ela atuou ao lado de lendas como Frank Sinatra, Tony Curtis, Donald O'Connor, Fred Astaire e Dick Van Dyke.

A atriz se divorciou do pai de seus filhos, Eddie Fisher, em 1959, quando foi revelado que ele tinha um caso com a também atriz Elizabeth Taylor. Ela se casou mais duas vezes, em 1960 e 1984.

Filha

Sua filha Carrie Fisher havia tido um ataque cardíaco durante voo de Londres para os Estados Unidos. Ela chegou a ser internada em Los Angeles e morreu na terça-feira passada. Fisher ficou conhecida como a princesa Leia de Star Wars. A morte de Carrie causou comoção em todo o mundo.

Após a morte da filha, Debbie divulgou comunicado: "Obrigado a todos que abraçaram os dons e talentos da minha amada e incrível filha. Estou grata por seus pensamentos e orações, que agora estão a guiando para sua próxima parada. Com amor, a mãe de Carrie."