13 anos após coma, vocalista do LS Jack retorna aos palcos

Compartilhe esse conteúdo

O cantor Marcus Menna, conhecido por ser vocalista do LS Jack, banda que fez sucesso no início dos anos 2000, vai voltar aos palcos após quase 13 anos de afastamento. Em 2004, o cantor passou por complicações após um procedimento de lipoaspiração, que o deixou em coma, e também com algumas sequelas na fala e nos movimentos.

"Começando 2017 com o pé direito! Uma vibe maravilhosa, tocando os clássicos do LS Jack!", publicou o cantor em sua página no Facebook. 

O show será realizado no Food Park Carioca, no Rio de Janeiro, no próximo sábado, 14, às 19 horas, e a entrada é gratuita. Para entrar no clima, Marcus publicou vídeos em sua página no Facebook mostrando os ensaios para o show, e recebeu diversos elogios e mensagens de apoio de seus fãs.

 

 

Policiais entram no presídio de Alcaçuz para erguer muro

Compartilhe esse conteúdo

Como parte da operação para construção de um muro na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal (RN), o Batalhão de Choque da Polícia Militar voltou a entrar na unidade na manhã deste sábado (21). Desde a noite desta sexta, já chegavam ao presídio caminhões com materiais de construção, além de contêineres que devem compor a estrutura emergencial para separar as facções que estão em conflito no local. Até o fim da manhã, a incursão não havia levado à reação dos detentos, que estão rebelados há oito dias.

A muralha anunciada pelo governo do Estado deverá separar os pavilhões 1, 2 e 3 do 4 e 5. Os primeiros são ocupados por presos ligados à facção Sindicato do Crime e os últimos, pelos detentos do Primeiro Comando da Capital (PCC). A rivalidade entre as organizações causou o início do motim, quando o PCC, até então restrito ao pavilhão 5, invadiu o 4, deixando 26 mortos.

A livre circulação de detentos pelos pavilhões, em razão da depredação das estruturas da cela, levou ainda a batalhas campais no interior do presídio. Querendo evitar novos confrontos, a muralha está sendo construída, segundo informou a administração estadual. A única forma de a PM deter o conflito vinha sendo o uso de armamento não letal disparado das guaritas para evitar a aproximação entre as partes. O esforço não foi suficiente quando na quinta-feira passada (19) a briga deixou novos mortos e feridos.

Na tarde de quinta-feira, o MP do Rio Grande do Norte emitiu uma recomendação ao governador Robinson Faria (PSD) para que, diante do que classificou como "barbárie", com ao menos 28 mortes confirmadas desde sábado passado (13), fossem tomadas "providências efetivas".

Desde o início das rebeliões, os batalhões de Choque e de Operações Especiais (Bope) entraram na cadeia mais de três vezes, realizando revistas e retirando presos para transferências. As operações, no entanto, não se estenderam por mais de cinco horas em nenhuma das oportunidades. Logo que os homens dos batalhões deixam a unidade, os conflitos são retomados.

Natal não terá ônibus nas ruas neste domingo (22)

Compartilhe esse conteúdo

Natal não terá serviço de transporte público neste domingo, 22. Pelo terceiro dia consecutivo, mesmo com a promessa do prefeito Carlos Eduardo Alves em retomar a circulação dos ônibus, empresas de transporte de passageiros e trabalhadores do sistema rodoviário decidiram por suspender por mais um dia o serviço na capital potiguar. E para a próxima segunda-feira, 23, a situação ainda é incerta.

Nos últimos dos quatro dias, Natal foi palco para vinte e seis ônibus e micro-ônibus incediados. A falta de segurança para circular é a justificativa dos rodoviários e dos donos de empresas para que os veículos permaneçam nas garagens. A capital conta com mais de 620 ônibus.

 

Estelionatários aplicam golpes em prefeituras se passando pelo TCE

Compartilhe esse conteúdo

Estelionatários estão ligando para prefeituras e órgãos públicos e solicitando depósitos bancários se identificando como funcionários do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e até por conselheiros. Em virtude disso, a Corte de Contas emitiu nota alertando para o golpe, que segundo reforçou, é antigo e alvo de investigação,  prisões e condenações.
 
Leia a nota:
O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte reforça o alerta para que prefeituras municipais e demais órgãos e gestores públicos fiquem atentos a ligações telefônicas de pessoas desconhecidas solicitando depósitos bancários por suposto pedido de membros desta Corte ou mesmo se passando por eles. O alerta se dá especialmente pela reincidência desse tipo de golpe que, apesar das recentes prisões e condenações de estelionatários, continua registrando ocorrências e, consequentemente, sendo alvo de investigação policial.

[VÍDEO] Sindicato diz ter cessado ataques e que não está contra a população

Compartilhe esse conteúdo

Em novo vídeo gravado por membros da facção Sindicato do Crime do RN, criminosos voltam a acusar uma possível facilitação do massacre que deixou, pelo menos, 26 mortos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no último sábado (14). 

"É culpa da direção do presídio que se vendeu para o PCC", diz o porta-voz no vídeo sobre as causas do confronto. Ele ainda afirma que o número de mortos, na verdade, é maior que 50. "Assumimos a autoria de alguns ataques nas ruas, mas outros estão sendo realizados por membros do PCC, usando o nome do sindicato", afirma.

Ele ainda afirma que a onda de ataques a ônibus foi encerrada pela facção. "Desde ontem (19) demos o salve para parar os ataques nas ruas. Nossa guerra é contra eles e a sociedade nada tem a ver para sofrer com esses incêndios", rebate. 

Ele termina o vídeo ressaltando que "a guerra só terá fim com a retirada do PCC". 

 

O que acontece se Moro for nomeado ministro do STF

Compartilhe esse conteúdo