Carteira de habilitação: saiba como se preparar para as provas

Conheça dicas valiosas para se preparar adequadamente para os exames teórico e prático de habilitação

 

Quando se inicia o processo de habilitação para dirigir, o candidato logo pensa em dois “obstáculos” que terá pelo caminho: a prova teórica e o exame de direção, etapas essenciais para garantir a CNH. Com isso, desde o começo, é normal ficar pensando em como se preparar adequadamente para essas etapas.

 

Afinal, de nada adianta se o futuro motorista pesquisar por lojas especializadas que tenham tudo para motos se ele ainda não pode transitar com ela, não é mesmo? Por isso, o texto abaixo dá mais detalhes sobre como funciona o processo de habilitação e dicas para ter um bom preparo para as provas.

Como tirar a habilitação?

Antes de pensar nas provas, é preciso cumprir outros passos para tirar a habilitação, seja de carro ou de moto. A primeira atitude que deve ser feita pelo interessado é se cadastrar no site do Detran do seu estado, agendando um horário para atendimento presencial no órgão.

 

Neste encontro, o indivíduo deve apresentar os documentos exigidos, que incluem RG, CPF e um comprovante de residência atual, além das respectivas cópias. Esse encontro também será importante para que sejam coletados os dados biométricos do candidato, assim como sua assinatura, além de realizar um teste que comprove a sua alfabetização.

 

Também é obrigatório que o candidato realize exames de saúde física e mental, incluindo uma avaliação psicológica. Esses testes devem ser feitos em clínicas credenciadas pelo Detran, com os profissionais preparados para conduzi-los.

 

Com a aprovação nos exames e com a documentação regulamentada, é hora de realizar a matrícula em uma autoescola. Aqui, também é importante que ela esteja credenciada ao Detran. Pesquise por uma opção que seja bem cotada por ex-alunos e que tenha um valor que corresponda á sua realidade financeira. Para isso, não esqueça de solicitar um contrato claro, com todos os gastos previstos bem discriminados.

 

A primeira etapa do curso de instrução envolve 45 horas de aula teórica sobre leis de trânsito e outros aspectos que envolvem o ato de dirigir. Durante o curso, o futuro motorista aprende sobre mecânica básica da moto, primeiros socorros e noções de direção defensiva, além de como aprender a pilotar a moto.

 

Quando acabar esse curso, o candidato deve realizar um exame para certificar que ele aprendeu a parte teórica da direção. Com a aprovação, dá-se início às aulas práticas de direção na moto, acompanhado de um instrutor. Nessa etapa, são exigidos 20 horas de aula prática antes do aluno poder se candidatar ao exame prático de direção.

Como se preparar para as provas?

É natural que a realização da prova teórica e prática cause uma certa ansiedade nos candidatos, que ficam temerosos de não serem aprovados. Entretanto, existem algumas dicas que podem tornar esses momentos bem menos estressantes.

 

Em relação à prova teórica, o candidato precisa responder 30 questões de múltipla escolha e ter um aproveitamento de 70%, ou seja, acertar 21 delas. Como a prova dura 40 minutos para ser respondida, há tempo para ler todas as questões com calma e refletir sobre qual é a alternativa correta.

 

A recomendação é que, primeiro, o candidato busque responder aquelas questões em que ele tem mais certeza sobre a resposta, para ganhar tempo e confiança. Ele também deve ler cada pergunta e alternativa com calma, evitando cair em qualquer “pegadinha” que esteja presente no enunciado.

 

Outra dica valiosa é estudar bastante sobre Legislação de Trânsito, mecânica básica, direção defensiva, primeiros socorros e cidadania, que são os temas mais comuns a serem cobrados. É aconselhável que o candidato chegue no lugar da prova com antecedência e evite estudar até o último minuto, procurando relaxar nos momentos anteriores ao início do exame.

 

Para reforçar o conteúdo estudado, o candidato pode procurar responder aos simulados do Detran existentes na internet. Eles possuem questões parecidas com a da prova oficial e oferecem uma boa dimensão do conteúdo abordado.

 

Em relação à prova prática, também existem conselhos valiosos. Um deles é não ir fazer a prova com dúvidas ou sentindo que ainda precisa melhorar em alguns pontos. Nos dias anteriores ao exame, o candidato deve conversar com o seu instrutor para reforçar os seus pontos fracos, aprimorando-os o máximo possível.

 

Também é uma boa dica treinar os possíveis percursos que podem ser cobrados na prova, para se acostumar com as vias e não ter surpresas no dia. Antes da prova, o candidato deve, preferencialmente, consumir uma alimentação leve e, no dia anterior, ter uma boa noite de sono, evitando estar desgastado para a hora do exame prático.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.